O que realmente importa?


O que realmente importa em nossas vidas? As escolhas? Os amigos? A Família? Podemos dizer que uma influencia a outra. Família nos proporciona o bem, os amigos o companheirismo e as escolhas...Ah! isso nos proporciona tudo.
Digamos que a sociedade de hoje nos faz pensar em tudo e a todo tempo em diversas situações, mas pra que pensar se as vezes esse pensar não nos leva a nada? Mas pra falar a verdade, tudo nos leva a alguma coisa, qualquer ação gera uma reação, uma conseqüência, qualquer decisão pode influenciar na nossa vida, tudo depende do que você está pensando.
Quer coisa melhor do que sair com os amigos, namorar, viver a plena liberdade? Isso faz bem a qualquer pessoa, mas para nem todos cabem essas situações, muitos se dirigem e exclamam: o que realmente isso importa? Mas não olham que tudo importa, bem estar, atitudes, direito de viver e etc.
Ser feliz com o que? O que realmente te faz feliz? O que faz você se manter vivo? Onde você procura sua alegria? Perguntas que flutuam, muitas vezes sem respostas, mas nada importa, quer dizer, tudo importa, se a procura pela felicidade não está em você, está nos outros.
As alegrias, as escolhas, não são as pessoas que as proporcionam, é você que tem de encontrar a felicidade em si próprio, procurar ser feliz com você mesmo. VOCÊ PRIMEIRO, depois o próximo, “eles” só ajudam a completá-la.

Alessandra Pretti

Gente

To sem tempo pra atualizarr"
Mas em breve novas postagens!

Bjão*

A loucura do Amor


Já que estamos falando de amor, por que não falarmos das loucuras de amor?
Todo apaixonado já imaginou ou cometeu suas loucuras de amor, jogar flores de helicóptero, megafone na rua, interromper uma parada de 7 de Setembro ou um jogo de futebol, etc.
Existe em minha vida alguém que merece mil loucuras de amor, por ele, seria capaz de cometer todas de uma só vez mas, a questão é, qual loucura estaria a altura da pessoa que me deixa feliz pela sua simples existência e ao mesmo tempo torna a minha alma um oceano de tristezas e solidão pois, ele não caminha ao meu lado.

Certa vez pensei em escalar o Monte Everest e no alto deixar uma prova de amor, mas percebi que de frio e gelado já me bastavam seu olhar e sua indiferença.
Pensei também em ir a NASA e roubar uma nave espacial, mas, mesmo que eu viajasse por todo o universo não encontraria nenhuma estrela mais brilhante do que ele.
E ainda que eu procurasse pelos sete mares entre os velhos corsários naufragados, os tesouros de um velho pirata, nenhum seria tão valioso quanto ele. Qual safira por mais bela, azul, rara e valiosa que fosse se compararia á beleza daqueles olhos que me olham, mas não me vêem?
E se eu viajasse pelos quatro cantos do mundo em busca das Flores de Lotus e esperasse pelo florescimento das Vitórias Régias, para que junto com as Papoulas da Índia e as flores da Tailândia pudesse lhe oferecer o mais belo e raro dos Buquês? Não, pois todas murchariam diante da sua beleza e perfume.
Tantas loucuras eu imaginei, mas entendi que nenhuma é maior que a loucura de amá-lo!
Sim, eu o amo e sonho em tê-lo em meus braços e ao menos uma vez em um único momento de loucura ouvi-lo dizer sussurrando em meu ouvido “Eu te amo”!
Sim, com certeza eu já cometo e continuo cometendo a maior de todas as loucuras, pois me atrevo a amar tão belo ser, atrevo-me a sonhar com quem não pensa em mim, a olhar quem não me vê, sim, falando em amor descobri a maior das loucuras, AMO QUEM NÃO ME AMA!


.......


Hoje, ( quase 3 anos depois - 30/01/12) Posso dizer que já encontrei um amor, e que espero que ele dure a vida inteira.




O que é ser enrolado?

Segundo o dicionário Michaelis, o termo ENROLADO quer dizer “Que forma rolo; Envolto; Confuso, emaranhado.
Para mim, estar enrolado é não saber realmente o que quer, indeciso.
Tem rolo quando você está com alguém, mas não está nem namorando e nem ficando, mas sim está enrolada.
Tem o rolo de quando você está com muitos problemas e não consegue achar uma solução.
No sentido conotativo ou denotativo, não importa: “EU TÔ ENROLADA”!

Bom, bom não tá, mas tá bom...

Anteontem mudei o meu horário de aula para o noturno, mas pra falar a verdade eu entrei na sala que eu menos conheço gente. Não gostei muito, mas tem uma vantagem. Essa classe,3ºD é considerada a melhor sala de terceiro ano da escola, ou seja, é a preferida de todos. Isso é muito bom.
O que eu queria mesmo era sair daquele inferno do 3ºA e consegui, e agora a tendência é só melhorar.
Com o passar do tempo eu vou me acostumando, conhecendo as pessoas e me enturmando mais, e teve mais gente do 3ºA que mudou para a noite, eu e mais quatro pessoas, e o Lucas caiu na minha sala de novo, pelo menos isso.
Agora vou aproveitar ao máximo e já que caí na melhor sala da escola, vou me esforçar para não fazer feio e me destacar.
E de novo eu digo... Vamos ver no que dá!

O show do improviso"



Quando o programa “Astros” no SBT começou, pensei que não iria prestar, afinal só ia aquelas pessoas loucas querendo fazer graça e se aparecer com qualquer coisa sem noção.
Mas um dia eu me arrependi do que disse: havia um grupo que superou minhas expectativas. Quando aqueles caras de laranja entraram pra se apresentar logo de cara eu gostei do estilo, mas quando começaram a cantar e tocar foi demais. Mas teve uma coisa que me chamou mais a atenção. O poder de improvisar a rima, e ainda tirar uma onda com a cara do Miranda, isso foi o auge. Cara, tava demais.
Parabéns a todos que fazem parte da Família Poesia Samba Soul e muito sucesso para todos vocês.

Que Deus abençoe o caminho pela qual vocês passam e que nenhuma pedra façam vocês caírem.

Parabéns!

Eu aprendi



Eu aprendi, que não posso exigir o amor de ninguém;
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim,
E ter paciência para que a vida faça o resto.

Que ñ importa o quanto certas coisas são importantes para mim,
Tem gente que ñ da a mínima e jamais conseguirei convencê-las q posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.

Eu aprendi, que posso fazer algo em um minuto e ter q responder por isso pelo resto de minha vida. Que por mais q você corte o pão em fatias esse pão continua. Tento suas duas faces.
e o mesmo vale para tudo o que cortarmos de nosso caminho. Devo ter paciência; que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.

Que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou entre ser controlado por eles.
Eu aprendi, que heróis são pessoas que fazem o que acham que devem ser feitas naquele momento, independentemente do medo que sentem. Que perdoar exige muita prática, condenar é mais fácil. Que há muita gente que gosta de mim, mas não conseguem expressar isso.
Eu aprendi que nos momentos mais difíceis, a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que ia piorar a minha vida. Que não posso ficar furiosa, tenho o direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel.

Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis. Será uma tragédia para o mundo se eu conseguir convencê-la disso.
Eu aprendi, que meu melhor amigo vai me machucar algumas vezes que tenho que me acostumar com isso. Que não é o bastante ser perdoado pelos outros, tenho que me perdoar 1°. Que não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.
Eu aprendi, que as circunstâncias da minha infância são responsáveis pelo que sou, mas não pelas escolhas de que eu fiz quando adulto.

Que numa briga, tenho que escolher de que lado, estou Mesmo não querendo me envolver.
Que quando duas pessoas discutem não significa que se odeiem e quando duas pessoas não estão discutem, não significa que elas se amem.
Eu aprendi, que minha existência pode mudar para sempre em poucas horas, por causa de gente que eu nunca vi antes

Que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio.
Eu aprendi, que a palavra amor perde todo o sentido quando usada sem critério.
Que certas pessoas vão embora de qualquer maneira; quer você queira ou não.
Que é difícil traçar uma linha entre ser gentil,
E não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas que acredita. ♥



“ Pra nos fortalecer
e todo mau vencer
Se o joio aparecer
O amor irá vencer
Sozinho somos só sementes
Mas juntos nós vamos crescer
E amadurecer”

(Taty)

Ô, vem cá, te conheço?

Um dia, quando eu entrei pra ler meus recados no orkut, tinha um que eu
não entendi muito bem. Tava escrito mais ou menos assim: "Nossa... quanto
tempo né? Se tiver novidades me conta! Morrendo de saudades...Beijão"
De cara quando a gente vê um recado assim, é normal...Mas o problema era
que eu não conhecia o sujeito que me mandou. Um sujeito não. Era uma moça.
Como qualquer curioso eu fui fuçar no orkut dela pra ver se eu realmente não
a conhecia de algum lugar, vai que eu tinha esquecido né? Mas depois de ver
foto por foto, me dei conta que nunca tinha visto aquela criatura na minha vida,
e além de tudo morava em outra cidade.
No outro dia, quando entrei no MSN, lá estava um convite pra eu adicionar, e
de quem era? Da bendita fulana do orkut.
Eu adicionai pra ver se, pelo menos perguntando, eu lembrava ela de algum lugar.
Eu perguntei se ela já tinha me visto, pois pra mandar um recado daquele devia ter
me visto, e no mínimo conversado comigo alguma vez. Até então ela só me disse
que me conhecia de quando eu fui em uma rave em SP.
Em primeiro ligar: eu nunca fui em nenhuma rave em SP. E em segundo, não lembra-
va nem um pouco dela. Além disso ela me disse que nesse dia tinha me dado carona
até a rodoviária porque eu tinha me perdido na hora de ir embora.
Meu Deus, acho que ela tava drogada ou bêbada, isso sim. Tava mais louca do que
não sei o quê, por que isso nunca aconteceu.
Quer saber? Fale o que quiser, só não esculaxa. Isso é o que interessa, pois a partir
do momento em que começa a se tornar um estorvo, é a hora exata de apertar o botão
direito do mouse e descer a seta até a opção "excluir contato", e está tudo resolvido.

E agora, o que eu quero ser?


As opções são variadas, mas encontrar algo que eu me identifique e não me arrependa depois é muito complicado. Na minha cabeça sempre tive uma idéia bem fixa e clara: quero fazer Engenharia Civil. Neste ano comecei a fazer um cursinho pré-vestibular e tô mais enroscada que novelo de lã. Já to pensando em uma
segunda opção...ou terceira... Não sei.
Pra falar a verdade, nem sei porque coloquei na cabeça que eu queria fazer engenharia. Um motivo eu tenho: amo demais matemática. Acho que foi mais pra suprir a necessidade de ter uma resposta rápida para o bombardeio de perguntas na escola e na nossa própria casa: o que você pretende fazer? que carreira seguir?
Agora vi que tenho que pensar não somente duas, mas muitas vezes enquanto há tempo, pois depois pode ser tarde demais.

Tudo de uma vez só

   Hoje, Sabado, dizem que é dia de “bebemorar” e comemorar por mais uma semana
corrida de trabalho vencida. No meu caso, nenhuma das opções, pois ainda estou
de férias e trabalho de vez em quando.
Mas que eu cansei... Ahhh se cansei! Passei a semana inteira sem fazer nada,
e isso cansa mais que tudo. Isso é muito ruim, por incrível que pareça. E
uma coisa que eu não entendo: quando as coisas acontecem na vida, é tudo de uma
vez só.
No ano passado eu não tinha tempo nem de respirar, estudava de manhã, a tarde
e á noite. Tive que deixar o que fazia de tarde para trabalhar, e foi isso o que fiz.
Pra vocês terem noção, eu saía de casa ás 6 da manhã e só voltava por volta da meia
noite. Todo dia assim :’(
Agora não tem mais nada. Ainda tô de férias> Vou trabalhar de vez em nunca e
acabei meu curso técnico em ADM á noite.
Semana que vem começa as aulas, e hoje retorna as aulas do curso na faculdade e
a correria vai começar, não como antes, mas vai.
Ah! Em relação ao retorno das aulas, eu vou mudar o horário para o noturno, para ver
se arrumo algo para fazer durante o dia. Acho que vou ajudar meus pais na loja que a
gente tem, pois lá tá bem corrido e tá crescendo a cada dia, graças a Deus
Vou mudar também por que não aguento mais o povo da minha classe de manhã, com algumas
exceções. Eh povinho chato! Não aguento mais.
Imagine você acordar cedo, com uma preguiça dos infernos, Ter que subir uma puta ladeira
e ainda Ter que suportar aquele povinho? Ninguém merece.
Eu queria mesmo é mudar para outra escola, mas já que não posso, a mudança de horário
já ajuda.
Vamos ver no que dá!
Daniele Feitosa
Engenheira civil, noiva, 25 anos, moro em Itatiba/SP. Academia, internet S2